Programa de desenvolvimento local

Desenvolvimento Económico Local (DEL)

(Sistema de Subvenções)

Sobre o DEL

Objetivos

A componente DEL tem como objectivo aumentar as oportunidades de emprego e geração de renda das famílias a nível local através de:

  1. Melhoria da sua capacidade empreendedora dos pequenos produtores, artesãos e prestadores de serviço;
  2. Incentivo e apoio à criação de pequenas industrias de transformação;
  3. Revitalização do mercado local para estimular a produção local e as vocações regionais.

 

Descrição da Componente

A Componente de Desenvolvimento da Economia Local, será implementada em regime experimental (fase piloto) por um período de dois anos. Os pilotos serão implementados nas províncias da Huíla, Huambo, Benguela e Namibe, por oferecerem oportunidades económicas promissoras na produção agrícola, processamento agrário, artesanal, e actividades de pesca marinha em pequena escala.

As actividades piloto serão testadas, a princípio em 12 municípios urbanos, rurais e peri-urbanos com vistas a adaptar os instrumentos aplicados à diversidade de contextos de Angola. Os resultados destas experiências piloto e as lições aprendidas serão disseminados para sua aplicação em outras localidades.

Uma vez que Angola apresenta escassez de informação sobre oportunidades económicas de relevância para grupos de produtores e micro e pequenas empresas, a Componente DEL financiará trabalhos analíticos, assistência técnica às Administrações Municipais na preparação e implementação das estratégias e actividades de desenvolvimento económico e subvenções (Matching Grants).

Os grupos alvos da Componente 2 são: (i) pequenos produtores e artesãos, cooperativas e associações de base existentes, e (ii) provedores de serviços, focando na sua postura empreendedora e acesso a tecnologia, mercado e inovação.

Unidades domiciliares individuais ou empresas não serão elegíveis aos serviços, fundos e actividades da Componente 2.

 

Estrutura do DEL

A componente Desenvolvimento da Economia Local será implementada pelas Direcções Provinciais do FAS das províncias da Huíla, Namibe, Huambo e Benguela sob coordenação central de um consultor para o Desenvolvimento da Economia Local que ficará sedeado na Unidade de Coordenação Central do FAS em Luanda, e será directamente responsável por um especialista em cada uma das províncias que terá a responsabilidade de coordenar e implementar as actividades da componente Desenvolvimento da Economia Local nas províncias seleccionadas.

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO LOCAL
Desenvolvimento Económico Local

(222) 33 38 35 / 33 01 91 / 33 42 33